WhatsApp Pay

Essa é uma conversa profunda sobre uma ferramenta que pode afetar diretamente o seu negócio e precisa ser discutida antes que seja tarde demais: O WhatsApp Pay.

No momento, você provavelmente está com seu coração inquieto, cheio de incertezas e de medo pensando: Essa ferramenta vai aumentar as minhas vendas? Pode ter impacto negativo ou positivo? Vai facilitar as fraudes no WhatsApp?

E é por isso que esse texto está aqui hoje para ser sua bula do WhatsApp Pay. Aqui você vai ver as vantagens da nova funcionalidade do WhatsApp, mas também um alerta de como não cair em nenhum golpe. E é importante que você leia atentamente antes de começar a usá-lo.

Então…

O que é o WhatsApp Pay?

O WhatApp Pay é uma funcionalidade do WhatsApp que acabou de ser relançada em 4 de maio de 2021.

Ela permite usar o WhatsApp como uma forma de pagamento e recebimento tanto na versão para pessoas físicas quanto para pessoas jurídicas.

Você não ouviu errado, eu disse relançada…

Ela já foi testada em outro país e teve inclusive uma breve passagem pelo Brasil.

A primeira versão da funcionalidade de pagamentos no app de mensagens foi feita na Índia (o WhatsApp contava com mais de 200 milhões de usuários no país) ainda em 2018 de forma compatível para Android e IOS. E tinha como previsão chegar ao Brasil e à Indonésia.

Já no Brasil, o nascimento do WhatsApp Pay aconteceu no segundo semestre de 2020, mas foi proibido pelo Branco Central por falta de leis reguladoras.

Naquela época, a lista das instituições bancárias parceiras da ferramenta (que é uma lista muito parecida do que temos agora) era composta por:

  • Nubank;
  • Banco do Brasil;
  • Sicredi;
  • Visa;
  • Mastercard.

Mas para desapontamento do WhatsApp…

O Banco Central já estava desenvolvendo uma ferramenta parecida em parceria com os bancos brasileiros: o PIX.

O Pix é a ferramenta desenvolvida pelo Banco Central em parceria com os outros bancos que transformou as transferências bancárias de TED e DOC em apenas uma transação instantânea.

Inclusive, o presidente do Banco Central se pronunciou para o site Convergência Digital:

“O BC está acompanhando a iniciativa do WhatsApp e avalia que há grande potencial para sua integração ao PIX. Entretanto, o BC considera prematura qualquer iniciativa que possa gerar fragmentação de mercado e concentração em agentes específicos”.

E o que há de novo em 2021?

Agora, em 2021, não houve muita alteração da funcionalidade. A maior questão foi a aprovação do Banco Central em 30 de abril de 2020 e o aumento da lista de bancos parceiros.

Dá uma olhada se seu banco está aqui:

  • Banco do Brasil (Visa);
  • Banco Inter (Mastercard);
  • Bradesco (Visa);
  • Itaú (Mastercard);
  • Mercado Pago (Visa);
  • Next (Visa);
  • Nubank (Mastercard);
  • Sicredi (Mastercard e Visa);
  • Woop, a conta digital da Sicredi (Visa).

Agora que seu coração ficou quentinho sabendo que o banco que você usa já está participando do WhatsApp Pay, seu coração ficará mais quentinho ainda porquê…

Saiba que essa iniciativa aumenta a facilidade de uma venda já que o cliente não precisa sair do app para nada!

O WhatsApp Pay vai potencializar as vendas direto no carrinho do WhatsApp Business. Ou seja, a partir do catálogo, o cliente pode finalizar uma venda sozinho se quiser, sem precisar falar com você para nada. Agora sim o WhatsApp vai substituir cada vez mais o site para pequenos empreendimentos.

Além disso, vai facilitar a compra em outras redes sociais do Grupo Facebook, como o caso do Instagram. Porque a sacolinha futuramente não precisará levar para o site, mas sim finalizar o pagamento ali mesmo. Quem sabe o controle de estoque não vai  ser feito por lá também?!

Então, vamos descobrir agora como o WhatsApp Pay vai facilitar a sua vida…

Os 3Ps que o WhatsApp Pay proporciona

3P do WhatsApp Pay

#1 Praticidade

A praticidade de resolver tudo pelo app é impagável. O seu cliente pode fechar um pedido sozinho a partir da ferramenta de catálogo e enviar o pagamento a qualquer hora do dia. Ou seja, você pode vender literalmente enquanto dorme!

#2 Presteza

Você não precisa abrir nenhum outro app para fazer as transações do seu negócio. Você pode resolver tudo ali de forma rápida e o dinheiro já cai direto na sua conta. E há a promessa de o Whatsapp Pay ser mais ágil que aplicativos bancários – nível PIX de velocidade.

#3 Proteção

Todo mundo quer ter segurança nas transações eletrônicas. Eu, por exemplo, não ando com dinheiro e perdi meu cartão faz meses e ainda não pedi outro. Por quê? Porque eu consigo viver bem pagando apenas com meu celular. E essa realidade vai ser cada vez mais comum, principalmente agora que o WhatsApp Pay fará o movimento de incentivar essa prática.

Então, se você está animado com essa nova atualização…

É importante deixar claro que é preciso ter mais de 18 anos para usar a funcionalidade e atualizar o WhatsApp para ter a nova versão com a funcionalidade do WhatsApp Pay.

Falando em atualização: mesmo que você atualize o seu app, o WhatsApp Pay pode ainda não aparecer para você.

Mas por quê?

Porque a liberação ocorrerá aos poucos. Você conhece alguém que já teve a nova função liberada? Por enquanto apenas algumas pessoas e lojistas possuem a funcionalidade liberada. Por isso, mantenha seu telefone atualizado para ter acesso assim que for disponibilizada.

Agora que você já sabe quais bancos pode usar o WhatsApp Pay (se você está dentro ou não), é importante se ligar também que por enquanto só a função débito está disponível.

Ou seja, a nova função vai funcionar como um Pix dentro do aplicativo e não cobrará taxa para envio de dinheiro para amigos e familiares.

Outra questão que você precisa ficar de olho é o limite de transações:

Segundo o próprio site do WhatsApp “você pode enviar até R$1.000 por transação e receber até 20 transações por dia, ou R$5 mil por mês. Ao atingir o limite, você não poderá enviar nem receber pagamentos. Você poderá tentar efetuar a transação novamente mais tarde”.

Se você vende pela internet, provavelmente está pensando: “Espera, eu vendo mais do que R$5 mil reais por mês!”

Mas infelizmente o WhatsApp não deu nenhuma notícia para lojistas ainda…

Apesar de não ter notícias ainda sobre o funcionamento do WhatsApp Pay para contas comerciais (nem no próprio FAQ do WhatsApp), a Cielo mantém os lojistas informados sobre a parceria e está disponibilizando a função aos poucos.

Ou seja, sobre o que já foi falado pelos sites de notícia e pelo próprio WhatsApp, o limite de transação é bem baixo, principalmente nesse início para ser um teste final de utilização no país, mas a tendência é que esses valores aumentem com o tempo.

Mas espera, se isso é uma transação bancária, o banco precisa ter acesso aos dados…

Então, onde fica a proteção da conversa por criptografia?

Não fica. O banco precisa saber sobre as informações de pagamento, então, tchau tchau criptografia.

Porém, eles não deixaram assim de qualquer jeito, existe uma proteção: os dados do cartão são “criptografados e armazenados em um local separado e altamente protegido” (Será mesmo? Eles não deram informações mais profundas sobre isso ainda), segundo o FAQ do WhatsApp.

E não é só a gente que está inseguro quanto a essa nova funcionalidade, até o próprio WhatsApp lançou as “Dicas para evitar fraudes ao usar os recursos de pagamentos no WhatsApp”.

Mas calma…

Existem maneiras de você se proteger e usar a ferramenta mesmo assim!

  • Use a confirmação de duas etapas (que já falamos por aqui) para ter mais segurança, isso diminui as fraudes de clonagem de aparelho.
  • Bloqueie o app usando a impressão digital ou a Face ID do seu aparelho. Dessa maneira, você adiciona a etapa de desbloqueio toda vez que for abrir o app (eu sei que é chato, mas é pra sua proteção).
  • Não compartilhe suas senhas com ninguém, nem a do celular nem a senha única enviada pelo WhatsApp para confirmar a transação.

Usar ou não usar: eis a questão

O WhatsApp Pay tem o potencial de revolucionar o mercado, principalmente para os pequenos comerciantes. Mas nesse primeiro momento deve ser visto com cautela.

Antes de começar a usar, observe outras pessoas usando, essa não é uma ferramenta que eu te recomendo ser pioneiro, porque as consequências podem não ser tão tranquilas assim.

E assim que você começar a se aventurar no pagamento pelo WhatsApp, siga as dicas que você aprendeu neste post, que você vai parar de deixar dinheiro na mesa, ou melhor, dinheiro no app.